O instituto Camões alertou, em comunicado, que estão a circular mensagens fraudulentas em seu nome sobre bolsas de estudos, via correio eletrónico, que pedem nomeadamente informação e documentação pessoal aos candidatos.

“Recentemente, o Camões – Instituto da Cooperação e da Língua I.P. tomou conhecimento de que o seu nome está a ser utilizado na circulação de mensagens fraudulentas com origem em vários endereços eletrónicos identificados como ‘Instituto Camões Portugal’, com referência a bolsas de estudo atribuídas por este Instituto”, lê-se na nota.

Segundo o comunicado, aos candidatos é solicitada informação e documentação pessoal, verificando-se, em alguns casos, a realização de contacto telefónico.

“Neste contexto, esclarece-se que a informação sobre bolsas de estudo oferecidas pelo Camões – Instituto da Cooperação e da Língua, I.P. encontra-se disponível na página oficial do Instituto, referiu o organismo.

De acordo com o instituto, não existe qualquer acordo do Camões com entidades terceiras para o fornecimento de informação sobre as bolsas de estudo ou para qualquer intervenção nos procedimentos para a sua atribuição.

“Os concursos são divulgados nas páginas oficiais das Embaixadas de Portugal e nas páginas oficiais das redes sociais do Camões”, sublinhou a nota.

O instituto Camões é um instituto público tutelado pelo Ministério dos Negócios Estrangeiros (MNE) que tem por missão propor e executar a política de cooperação portuguesa e a política de ensino e divulgação da língua e cultura portuguesas no estrangeiro.