Uma sardinha com um ‘Santo António do fogareiro’ e um vendedor de “mines” estão entre os cinco trabalhos vencedores do concurso das Festas de Lisboa’15, anunciou esta terça-feira a Empresa de Gestão de Equipamentos e Animação Cultural (EGEAC).

A quinta edição do Concurso de Sardinhas 2015 lançou o desafio à criatividade dos participantes para mostrarem que “todas as formas, temas, cores e até a vida, podem caber numa sardinha”, tendo como tema “A minha vida dava uma sardinha”.

As cinco propostas vencedoras foram: “Santo António do fogareiro”, apresentada em formato digital pelo autor português Alberto Faria; “Sardinha Vasco Santana”, utilizando várias técnicas do português Delfim Ruas; “Sardine lifesaver”, em formato digital da italiana Marta Sorte; “Fisherman”, uma pintura do francês Martin Jarrie; e “O Vendedor de ‘Mines’”, um desenho do português Rui Fazenda.
 

Um Santo António do fogareiro, um vendedor de “Mines”, um pescador, uma bóia salva-vidas e uma sardinha "Compreendi-te",...

Posted by Festas de Lisboa on Terça-feira, 5 de Maio de 2015


Os vencedores do concurso, para além do prémio no valor de dois mil euros, vão “integrar a imagem da campanha das Festas de Lisboa’15”, refere a EGEAC.

Durante as cinco edições do Concurso de Sardinhas das Festas de Lisboa foram apresentadas “mais de 25 mil sardinhas, digitais e tridimensionais, de autores consagrados e virtuosos amadores, com temas políticos, históricos, simplesmente gráficas ou abstratas, lisboetas e do mundo”, com participantes oriundos de “mais de 60 países”, esclarece a organização, em comunicado.

Segundo a EGEAC, “as sardinhas e os seus autores mostram a riqueza e a diversidade dos imaginários e enriquecem a paisagem da cidade de Lisboa”.

A EGEAC vai ainda selecionar outras sardinhas concorrentes, “propostas não-vencedoras, mas igualmente excecionais”, para serem apresentadas numa exposição no espaço da Fundação Millennium BCP.