"Com o objetivo de salvaguardar os princípios da transparência, da igualdade e da concorrência, passa a realizar-se de três em três anos um concurso destinado à celebração de contratos de associação ou à extensão dos contratos existentes a um novo ciclo de ensino", adianta o Ministério da Educação e da Ciência, no comunicado hoje divulgado.