Cerca de 500 jovens desempregados vão receber uma bolsa do Estado para reingressarem no ensino superior, depois de terem abandonado os estudos, informou o Ministério da Educação e Ciência.

A bolsa, no valor de 1.200 euros anuais, será atribuída ao abrigo do Programa Retomar, ao qual se candidataram 480 alunos, precisa o ministério em comunicado.

O programa, lançado este ano e cujo prazo de candidaturas terminou na sexta-feira, prevê a possibilidade de financiamento até três mil jovens por ano.

Para beneficiarem do incentivo, os jovens «têm de estar em situação de finalizar o curso a que se propõem até aos 30 anos», adiantou em julho o ministro da Educação e Ciência, Nuno Crato.

Ao apoio financeiro dado ao estudante, acresce o financiamento anual de 300 euros à instituição de ensino superior, para acompanhamento do aluno.

A bolsa destina-se apoiar o regresso de jovens com menos de 30 anos ao ensino superior, que abandonaram os estudos e estão desempregados há mais de quatro meses.