O edifício do MAAT (Museu de Arte, Arquitetura e Tecnologia) está nomeado para edifício do ano 2017. Os vencedores vão ser conhecidos em novembro. 

O Festival Mundial de Arquitetura (WAF) anunciou os nomeados esta quinta-feira. Portugal vai estar representado na categoria de cultura pelo edifício da autoria da britânica, Amanda Levette.

As obras para a construção do MAAT começaram em 2014 e o museu foi inaugurado a 5 de Outubro de 2016. O edifício está situado na margem do Rio Tejo, em Belém.

Os candidatos a edifício do ano são dos vários cantos do mundo. Estão nomeados, por exemplo, o Museu Petersen, em Los Angeles, ou o Fitzroy Crossing Renal Hostel, uma instalação australiana situada em Melbourne que abriga indígenas que sofrem de doença renal terminal. 

Mas a lista de nomeados não termina aqui. Em 2017, assistiu-se a um número recorde de entradas internacionais arquitetónicas de 51 países diferentes.

A lista deste ano possui uma gama geográfica extremamente diversa. O uso da água tem sido impressionante e há evidências de um interesse nas alterações climáticas o que está a fazer com que sejam usadas novas técnicas", afirmou o diretor do Festival Mundial de Arquitetura, Paul Finch.

A décima edição do festival vai ter vários eventos, incluindo seminários e palestras dos fundadores da empresa inglesa, Archigram, Peter Cook e do diretor de arquitetos da empresa Zaha Hadid, Patrik Schumacher.

Os vencedores vão ser anunciados durante o Festival Mundial de Arquitetura, em Berlim, que acontece de 15 a 17 de Novembro.