A Guarda Civil espanhola desmantelou uma rede de tráfico de droga que operava na Espanha, tendo detido 47 pessoas, entre as quais um português, e apreendido 1.600 quilos de haxixe, anunciou este sábado o Ministério do Interior.

A operação «Koffer» começou no Verão de 2013 e terminou em novembro de 2014, com detenções em Araba, Bizkaia, Gipuzkoa, Navarra, Burgos, Ávila, Segovia, Madrid, Pontevedra, Málaga, Cádiz e Marrocos, indica este sábado a agência de notícias espanhola EFE.

Entre os elementos da rede, que introduzia e distribuía droga por toda a Europa, foram detidos 22 marroquinos, 16 espanhóis, sete colombianos, um equatoriano e um português.

Na operação, a Guarda Civil apreendeu 1.600 quilos de haxixe, 20,5 quilos de «speed», dez quilos de heroína, 2,1 quilos de cocaína e um quilo de cannabis.

De acordo com a investigação, a rede funcionava de forma hierárquica e estava dividida por equipas com funções muito específicas: uma das ramificações da rede era responsável pela introdução de drogas (principalmente sintéticas) importadas de países como a Holanda, Marrocos e América do Sul, em especial da Colômbia.

Um outro ramo tratava da importação quase exclusivamente de haxixe de Marrocos e de o distribuir por todo o país, revelou o ministério do interior espanhol.