Notícia atualizada às 16:12

A Polícia Judiciária (PJ) cabo-verdiana apreendeu na madrugada desta quinta-feira 518 quilogramas de cocaína numa praia da ilha de São Vicente, noticia a imprensa cabo-verdiana.

Segundo o jornal «A Semana», a apreensão da droga é resultado de mais de cinco meses de investigação da PJ cabo-verdiana e aconteceu numa praia na localidade de Salamansa, nordeste da cidade do Mindelo.

Numa operação denominada «Pérola Negra», seis pessoas - com idades compreendidas entre os 40 e os 60 anos - foram detidas, sendo três espanhóis, um cabo-verdiano, um cubano e um sueco.

Mais tarde, o total de suspeitos na apreensão de cocaína subiu de seis para nove, com a detenção de mais três cidadãos espanhóis.

Segundo a Rádio de Cabo Verde (RCN), os três novos detidos encontravam-se no iate, sem bandeira ou pavilhão, oriundo da América Latina e com destino à Europa, que atracou no Porto Grande, no Mindelo, e que se encontra já sob custódia da Guarda Costeira.

Por outro lado, o total de quilogramas de cocaína, inicialmente estimado em 519, passou, após a pesagem feita pelas autoridades policiais, para 521, o que, segundo fonte da PJ local, em valor de mercado, corresponde a 2.590 mil contos (cerca de 23,5 milhões de euros).