“No início da nossa existência tínhamos 200 grupos e, neste momento temos 130 grupos a funcionar numa base semanal em todo o país. Se me perguntar se o número de pessoas diminuiu, digo que não, o número de pessoas a precisar de ajuda é o mesmo. Em determinada altura podia haver fenómenos que levavam as pessoas a aderir mais”











Quem são e o que fazem os NA