Um alegado traficante de droga de Matosinhos, detido sábado pela Polícia Judiciária na posse de 313 mil euros em dinheiro e meio quilo de heroína, vai aguardar julgamento em prisão preventiva, informou esta segunda-feira fonte policial, citada pela Lusa.

Duas mulheres, ambas parentes do alegado traficante, foram igualmente detidas na operação, ficando uma sujeita à medida de coacção de vigilância electrónica (prisão domiciliária com pulseira), e outra a obrigação de apresentações periódicas em posto policial.

A operação policial decorreu sábado na freguesia de Leça do Balio, concelho de Matosinhos e os três detidos, com idades entre 18 e 44 anos, estão indiciados por envolvimento no tráfico de produtos estupefacientes destinados a abastecimento da área do Grande Porto.

Além de 520 gramas de heroína (suficiente para 6.250 doses individuais) e de 313 mil euros em dinheiro, a PJ apreendeu aos arguidos uma viatura de topo de gama, adquirida recentemente a pronto pagamento.

Uma arma de fogo em situação ilegal, munições e 17 telemóveis activos, de entre mais objectos e documentos diversos ainda integram o leque de apreensões.