A TVI teve acesso, em exclusivo, a imagens de videovigilância de uma discoteca em Cinfães, Viseu, que mostram vários jovens a serem brutalmente agredidos pelos seguranças da Douro Fénix.

Nas imagens divulgadas no programa SOS24 desta terça-feira são percetíveis murros, pontapés e até jovens a serem arrastados para valetas.

A TVI apurou que os quatro jovens agredidos pelos seguranças necessitaram de receber tratamento hospitalar.

O caso remonta à noite de 3 de julho de 2016, mas só agora as imagens foram conhecidas.

A primeira situação surge quando um jovem é colocado fora do estabelecimento. É agredido com um murro, atirado contra uma parede e, quando tenta regressar à discoteca, é levado pelo segurança para fora do raio de videovigilância, com as luzes a apagarem-se nesse momento.

Segundo a TVI sabe, a vítima terá sido atirada para uma valeta da estrada, onde permaneceu inconsciente, tendo ficado com várias sequelas físicas. Só horas depois foi assistido pelos meios de emergência médica, quando outros dois jovens se aperceberam que estava inanimado no chão.

Mas não foi o único caso.

Nas imagens, outros dois jovens são retirados à força pelos seguranças e levam vários murros. Um deles caiu inanimado no chão enquanto outro é afastado por dois seguranças, é também esmurrado e já no chão é pontapeado na cabeça. Os agressores arrastam depois o outro jovem inanimado para fora da discoteca.

Um quarto jovem discute, aparentemente, com um dos seguranças no interior da discoteca quando outro segurança se aproxima por trás, agarra-o pelo pescoço, leva-o para fora do estabelecimento e atira-o ao chão.

A TVI tentou entrar em contacto com a Douro Fénix mas não obteve qualquer resposta até ao momento. Também a empresa de segurança foi contactada, mas, desta feita, não quis prestar qualquer esclarecimento.