A Câmara de Mangualde apelou esta segunda-feira ao fim da doação de roupas, produtos de higiene pessoal e utensílios de casa, porque os bens doados são suficientes para as necessidades identificadas após os incêndios do dia 15 de outubro.

O Município de Mangualde apela à suspensão de doações dos seguintes bens: roupas de cama, atoalhados, roupas interiores, pijamas, chinelos de quarto, produtos de higiene pessoal e utensílios de casa (tachos, pratos, panelas, etc.)", lê-se numa nota publicada na página oficial da rede social ‘Facebook'.

Apesar de estas necessidades estarem já colmatadas, o município do distrito de Viseu aponta que estão ainda em falta mobiliário, eletrodomésticos e equipamentos domésticos.

Para doação destes bens é necessário contactar previamente a Ação Social de Mangualde (232619880, ssocial@cmmangualde.pt) e efetuar uma inscrição, uma vez que as habitações ainda não estão reabilitadas. A entrega dos bens só poderá acontecer após esta reabilitação", informa.

Na nota, a autarquia acrescenta ainda que, caso surjam outras necessidades sociais, voltará a ser feita nova divulgação junto da população.

O Município de Mangualde agradece a todos(a)s que prestaram apoio e socorro às nossas populações revelando um forte espírito de entreajuda e solidariedade", conclui.