Mais de mil descendentes de judeus expulsos de Portugal no século XV obtiveram nacionalidade portuguesa desde março de 2015, data da entrada em vigor da legislação que permite tal concessão, revelou esta sexta-feira a Comunidade Israelita do Porto.

Por força da legislação que permite aos judeus sefarditas portugueses solicitarem, pela sua condição, a nacionalidade portuguesa, foi conseguida uma reaproximação dos judeus sefarditas a Portugal”, assinala, em comunicado, Dale Jeffries, vogal de apoio da Direção da Comunidade Israelita do Porto (CIP).

Para assinalar este feito, a CIP, segundo a qual “à data, mais de mil judeus sefarditas já adquiriam a nacionalidade portuguesa”, promove dia 16 um concerto na Casa da Música do Porto.