A preocupação pela boa forma física é cada vez maior, quer seja por motivos estéticos ou por motivos de saúde. A pensar nisso cinco especialistas em nutrição e exercício juntaram-se para selecionar as melhores dicas que permitem alcançar o «peso ideal». Petronella Ravenshea, Susan Hepburn, James Duigan, Geneen Roth e Sarah Wilson são os autores desta investigação que promete mudar a sua vida.

Veja os 20 passos para o conseguir:

1- Coma com vontade: deve perder tempo em cada refeição, concentrar-se nos alimentos e consumi-los devagar. Isto vai fazer com que o corpo se sinta satisfeito por mais tempo e com que não tenha fome nas horas seguintes. Faça pelo menos três refeições por dia à mesa e aprecie cada garfada.

2 - Coma proteínas: doces e hidratos de carbono refinados são rapidamente absorvidos pelo organismo e vai fazer com que sinta fome mais rapidamente. Opte por ingerir uma fonte de proteína a cada refeição, como peixe ou ovos, vegetais e uma fonte de gordura não saturada, como queijo fêta. Vai ver que fica saciado durante quatro ou cinco horas.



3- Não tenha medo de ter fome: antes da década de 90 era raro alguém fazer um lanche entre as refeições, mas com o passar dos anos, as pessoas tornaram-se viciadas em comida, viciadas com a ideia de comer. Não se esqueça que é bom o estômago descansar entre as refeições e que, por isso, se fez uma refeição completa, variada e reforçada, deve apenas comer quando estiver com fome.

4- Não tenha medo da gordura: as proteínas precisam de alguma gordura para serem absorvidas. Algumas vezes, pode comer a pele do frango, os ovos inteiros e cozinhar os legumes em manteiga ou óleo. Não abdique de todas as gorduras.



5- Páre de pensar no peso: concentre-se nos benefícios de comer bem e «não viva para comer, mas coma para viver». Pense na aspeto que a pele tem quando se come bem, no cabelo, nas unhas, no sangue, se fizer isso vai sentir-se mais positivo, deixar de pensar só no peso e consequentemente conseguir atingir mais depressa os objetivos pretendidos.

6- Fazer uma dieta rígida não vai ajudar a encontrar o peso natural: caso não consiga lidar com os sentimentos causados pela falta de alimentos «apetitosos» vai reverter o comportamento alimentar e voltar ao peso anterior.

7- Encontre o lado positivo da vida: muitas pessoas comem para se sentirem melhor e fazer com que os sentimentos negativos desapareçam, mas, na verdade, isso não vai acontecer. A prática de exercício físico é importante para evitar esta necessidade, bem como sentar-se algumas vezes durante o dia e pensar em coisas boas.



8- Silencie as críticas internas: mais do que saber como e quando deve comer, tem de saber falar consigo próprio quando não está a comer. «És estúpido/a», «Quando vais aprender?», são algumas críticas que não deve fazer a si próprio. Não seja tão duro consigo mesmo.

9- Nunca coma quando está distraído/a: passamos a maior parte da vida a pensar no que poderíamos ou deveríamos fazer, em vez de nos focarmos no que estamos a fazer. Se estiver focado na refeição vai comer muito menos.

10- Saber o que significa «peso natural»: não é um número ou uma percentagem corporal. O «peso natural» é quando se sente confortável e saudável, com bons níveis de energia, por isso valorize-se e não se preocupe com as escalas.



11- Saiba a diferença entre a informação e o conhecimento: mais do que reter informação veiculada em diversas dietas, a chave para ter o peso perfeito é o conhecimento. Só assim poderá descobrir quais as dicas que realmente funcionam consigo e no seu corpo.

12- Exercite-se todos os dias, de alguma forma: não precisa de ir ao ginásio: basta dar um passeio, brincar com as crianças, levar o cão a passear. Se gostar do que está a fazer ainda terá melhores resultados.



13- Aprenda a gostar da «arte» do exercício: precisa de descobrir a razão para não fazer exercício e de descobrir qual o exercício que o faz sentir bem. O importante é exercitar-se todos os dias para obter resultados.

14- Não coma alimentos que lutam consigo: se comer porções que o fazem sentir desconfortável, se os alimentos não o fazem sentir satisfeito mas sim inchado, com gases, irritado e com fome, retire-os da rotina alimentar. Os metabolismos reagem de forma diferente aos alimentos e nem todas as pessoas se sentem bem ao comer tofu ou beber leite de soja.

15- Reconhecer que já teve o «peso ideal»: saber que já teve o peso ideal e que pretende atingi-lo novamente é uma dica importante para atingir a meta.

16- Use o subconsciente: tente obter uma imagem ideal na cabeça e concentre-se. Feche os olhos e respire lentamente 12 vezes, relaxe o corpo inteiro e visualize o seu «ideal», durante cinco minutos por dia.

17- Durma bem: o sono afeta significativamente as hormonas responsáveis pelo apetite. Tome um banho de sais que contenham magnésio, um mineral importante no relaxamento e redução do stress e torne o quarto num espaço silencioso, escuro, harmonioso.



18- Combata o inchaço: o stress liberta cortisol, uma substância hormonal que leva ao armazenamento de gordura, a maior parte das vezes na zona abdominal. Os suplementos alimentares podem ser uma boa opção para quem tem uma vida stressante, bem como o chá ou mesmo um copo de vinho.

19- Equilibre a insulina: se petiscar durante todo o dia, o organismo vai estar constantemente a receber insulina, uma substância que transforma o açúcar, o amido e outros alimentos em energia e será difícil perder peso.

20- Hidrate-se: muitas vezes pensamos que estamos com fome, mas na verdade é apenas falta de hidratação. Beba 1,5 litros de água por dia e vai ver que não terá apetite ao longo do dia.