Os técnicos de emergência do INEM reverteram com sucesso 1.061 hipoglicemias desde 2014. Foi a partir dessa altura que o INEM passou a ter esta competência. O balanço foi feito a propósito do Dia Mundial da Diabetes, que se assinala esta terça-feira.

Desde há três anos que todas as ambulâncias de emergência médica e motociclos de emergência médica do INEM têm um fármaco para utilização em determinadas situações específicas de hipoglicemia. O fármaco em causa permite uma rápida recuperação dos níveis baixos de açúcar no sangue.

Graças à aplicação deste fármaco, e como adianta em comunicado, foram revertidas com sucesso 1.061 hipoglicemias graves. Isso permitiu que as vítimas recebessem um tratamento mais adequado em situações específicas e clinicamente definidas.

Este ano, concretamente, foi possível reverter 132 hipoglicemias graves.

A região Norte foi a que registou mais utilizações do fármaco (438 no total, 34 em 2017), seguida da região Sul (Lisboa e Vale do Tejo e Algarve) com 396 (45 em 2017), e da região Centro, com 227 utilizações (53 em 2017).

Com a administração do medicamento as complicações registadas são reduzidas e de baixa intensidade. “Em apenas 46 casos registados desde 2014, os doentes experimentaram, após a aplicação do fármaco, náuseas e vómitos”.

A diabetes mata mais de 10 portugueses por dia.