A Direção Geral de Alimentação e Veterinária determinou a retirada do mercado de todos os queijos produzidos pela Cooperativa de Produtores da Beira Baixa, em Idanha-a-Nova, depois de ter detetado a presença da bactéria Listeria monocytogenes.

Em comunicado, a DGAV esclarece que, "face à gravidade da situação encontrada", determinou, no dia 15 de
janeiro, "a suspensão da atividade e a retirada do mercado de todos os produtos provenientes daquele estabelecimento".

Ao todo, "29 toneladas de queijo, incluindo os produtos retirados do mercado e os que estavam em armazém, foram encaminhados para destruição".

A DGAV indica, ainda, que "a colheita teve lugar no dia 16 de dezembro de 2015 e incidiu sobre dois lotes de queijos devidamente identificados".

Conhecidos os resultados a 30 de dezembro, as autoridades retiraram de imediato aqueles lotes do mercado e apreenderam os que ainda se encontravam no estabelecimento.

Na sequência de uma nova amostragem, desta feita sobre todos os lotes de queijos armazenados na Cooperativa, ou seja, 52, a DGAV obteve "39 amostras positivas à presença de Listeria monocytogenes".





(foto arquivo)