A PSP e a GNR receberam 12.780 queixas de violência doméstica no primeiro semestre do ano, representando um aumento de 3,7 por cento em relação ao mesmo período de 2012, segundo a Direção-Geral da Administração Interna (DGAI).

O relatório, publicado no site da DGAI, adianta que as forças de segurança receberam mais 457 participações nos primeiros seis meses do ano em comparação com o período homólogo de 2012.

O mesmo documento indica que a PSP recebeu 7.449 queixas, enquanto a GNR 5.331.

O aumento do número de participação de violência doméstica foi maior na área da GNR (8,2 por cento), enquanto as queixas denunciadas na PSP registaram uma subida de 0,7 por cento.

De acordo com a DGAI, os distritos onde se registaram mais queixas foram os de Lisboa (2.849), Porto (2.372) e Setúbal (1.084).

Foi no entanto nos distritos de Coimbra, Évora, Braga e Castelo Branco que os casos de violência doméstica denunciados às forças de segurança mais aumentaram nos primeiros seis meses do ano, em relação ao mesmo período de 2012.