A Polícia Judiciária (PJ) deteve dois homens e uma mulher portugueses que alegadamente se dedicavam à aquisição e transporte de cocaína de países como o Brasil, a Venezuela ou a República Dominicana para a Europa, por via aérea.

Em comunicado, a PJ informou que os três detidos «eram os responsáveis pelo recrutamento dos "correios" e da logística relativa às respetivas viagens».

Na operação, a PJ identificou «mais de uma dúzia de outros "correios"», lê-se no documento.

Buscas domiciliárias às residências dos suspeitos permitiram ainda à PJ apreender três armas de fogo, acrescenta.

Os detidos têm idades compreendidas entre os 47 e os 64 anos e foram presentes a primeiro interrogatório judicial. Dois ficaram em prisão preventiva e o outro ficou sujeito a termo de identidade e residência (TIR), a mais leve das medidas de coação.

A investigação foi realizada pela Unidade Nacional de Combate ao Tráfico de Estupefacientes (UNCTE).