A GNR de Viana do Castelo identificou nesta quarta-feira dois homens suspeitos da autoria de mais de 20 crimes de furto de combustível em máquinas industriais e pesados de mercadorias ocorridos nos últimos dois meses.

Segundo fonte do Comando Territorial da GNR de Viana do Castelo, a identificação dos dois homens, com 27 e 34 anos, residentes em Alvarães foi feita no âmbito de «ações de policiamento proativo».

Em causa, acrescentou a fonte à agência Lusa, estavam crimes de furto de gasóleo ocorridos nas freguesias de Alvarães, Barroselas e Vila de Punhe, no concelho de Viana do Castelo.

Os dois suspeitos, identificados durante a madrugada desta quarta-feira pelos militares da GNR, já estavam referenciados pela prática de outros crimes de furto e foram constituídos arguidos por suspeita de serem os autores materiais de cerca de 20 crimes de furto, praticados de «forma reiterada» nos últimos dois meses na região.

Segundo a GNR, ambos assumiram a autoria destes crimes, em que terão subtraído cerca de 1.100 litros de combustível.

«Os crimes eram praticados durante a madrugada, tendo como alvos preferenciais aqueles que garantissem maior quantidade de combustível», como máquinas industriais ou pesados de mercadorias, indicou ainda a GNR.

Aquela força vai participar o caso ao Tribunal de Viana do Castelo, mas as diligências de investigação ainda prosseguem.