Dois homens foram detidos esta segunda-feira, em flagrante delito, pela prática dos crimes de burla na forma tentada, de contrafação e usurpação de marca registada, anunciou a GNR de Viana do Castelo.

De acordo com o Comando Distrital da GNR de Viana do Castelo, os homens, com idades entre os 20 e os 24 anos, foram detidos em Barroselas, no concelho de Viana do Castelo, na sequência do alerta dado por populares daquela freguesia.

«A GNR foi alertada por populares que naquela localidade andavam dois indivíduos a abordar cidadãos e a propor-lhes a venda de equipamentos variados (máquinas, ferramentas, ‘gadgets', entre outros), alegando que se tratava de artigos originais de marcas conceituadas e a um preço muito inferior ao praticado no mercado», explicou aquela força policial em comunicado.

Na sequência da busca realizada à viatura utilizada pelos suspeitos, os militares envolvidos na operação apreenderam uma motosserra, um aparelho de soldar, um telemóvel topo de gama e 330 euros em dinheiro.

As duas pessoas, residentes na Póvoa do Varzim, um deles com antecedentes criminais, foram libertados e notificados para comparecer na terça-feira no Tribunal Viana do Castelo para primeiro interrogatório judicial.