A Polícia Judiciária (PJ) anunciou hoje a detenção de um alegado "predador sexual" que, pelo menos desde o verão de 2017, terá atacado pelo menos quatro vítimas, duas delas crianças, em locais ermos da região de Aveiro.

De acordo com a polícia, o indivíduo, com 47 anos de idade, foi detido fora de flagrante delito e após recolha de provas pelo Departamento de Investigação Criminal de Aveiro da PJ, sendo-lhe imputada a autoria dos crimes de coação sexual, violação, abuso sexual de pessoa incapaz de resistência, importunação sexual e sequestro.

Desde o verão de 2017, na comarca de Aveiro, foram participadas quatro situações, de que foram alvo duas crianças de 11 anos e duas pessoas adultas.

A PJ acrescenta que as vítimas eram surpreendidas ou atraídas para locais ermos, quando estavam sozinhas, ocasião em que o suspeito concretizava os seus intentos.

Na sequência das quatro participações, o cruzamento de informação recolhida em cada investigação permitiu à PJ chegar à identificação do homem, conhecer o seu modo de vida e abordá-lo “em circunstâncias que permitiram efetuar a apreensão de importantes elementos probatórios”.

O detido já tinha antecedentes na prática de crimes de idêntica natureza, sendo presente às autoridades judiciárias na comarca de Aveiro para primeiro interrogatório e aplicação de medidas de coação.