A Polícia Judiciária (PJ) de Braga deteve um homem de 29 anos por "fortes suspeitas" de atear, em abril, um incêndio florestal na freguesia de Gave, concelho de Melgaço, anunciou aquela autoridade.

Em comunicado, a PJ refere que "o suspeito terá ateado, com um isqueiro, vários focos de incêndio com o intuito de limpar o mato para renovação de pastagem, numa zona próxima fortemente arborizada e que foi colocada em risco".

O homem, empregado da construção civil e agricultor, vai ser presente às autoridades judiciárias competentes para interrogatório judicial e aplicação das medidas de coação tidas por adequadas.

Este ano, a Polícia Judiciária já identificou e deteve 117 pessoas pela autoria do crime de incêndio florestal.