A Polícia Judiciária identificou e deteve, na Figueira da Foz, dois homens, de 51 e 40 anos, um feirante e outro desempregado, pela presumível autoria de tráfico de droga.

As detenções dos dois suspeitos ocorreram no âmbito de “uma investigação que visa combater o tráfico de heroína na zona centro do país”, refere a Polícia Judiciária (PJ) numa nota divulgada esta quinta-feira pela Diretoria do Centro.

Os suspeitos foram interpelados por elementos daquela polícia quando se preparavam para “transacionar cerca de 80 doses individuais” de heroína, tendo um deles fugido, acabando, no entanto, por ser detido posteriormente.

O primeiro detido foi, na altura, presente a primeiro interrogatório judicial, tendo-lhe sido fixada pelo tribunal a medida de coação de obrigação de apresentações periódicas às autoridades (três vezes por semana).

Ao outro suspeito, de 40 anos, sujeito a primeiro interrogatório judicial mais tarde, foi-lhe aplicada a medida de coação de prisão preventiva, acrescenta a PJ.

No decurso desta ação policial foram realizadas duas buscas domiciliárias e três em viaturas, tendo sido ainda apreendidos, entre outros artigos, cerca de 150 doses individuais de heroína, uma balança de precisão, 885 euros em numerário, mobiliário diverso, equipamento de som e de imagem, peças de decoração, eletrodomésticos de gama alta e duas viaturas.

No âmbito da mesma investigação sobre tráfico de estupefacientes, iniciada em meados de 2015, já tinham sido detidas, anteriormente, duas outras pessoas, às quais foram aplicadas a medida de coação de obrigação de permanência na habitação, sob vigilância eletrónica, e apreendidas 270 doses individuais de heroína e outras duas viaturas.