O Serviço de Estrangeiros e Fronteiras deteve, em Faro, um homem de 21 anos por posse de passaporte falsificado e permanência irregular em Portugal, indicou esta quinta-feira aquele serviço de segurança.

O passaporte falsificado foi detetado pelo balcão de atendimento do SEF, na Loja do Cidadão de Faro, quando o homem exibiu o documento como sua identificação para regularizar a permanência em Portugal.

O SEF explica, num comunicado citado pela Lusa, que a utilização de documentos falsos ou alheios é um expediente utilizado para ocultar a verdadeira identidade ou elementos prejudiciais relativos à imigração, viagem ou até mesmo criminais.

Aquele serviço de segurança adianta que este ano o SEF de Faro apreendeu 21 documentos de identificação ou viagem, alguns dos quais alvo de indicações de autoridades de outros países da União Europeia para o efeito.