A GNR deteve 474 pessoas no âmbito das operações de combate à criminalidade e de fiscalização rodoviária realizadas na última semana em todo o país, indicou hoje a corporação.

Num comunicado para divulgar a atividade operacional da semana entre 07 e 13 de julho, a Guarda Nacional Republicana adianta que 182 pessoas foram detidas por condução sob o efeito do álcool, 74 por condução sem habilitação legal, 31 por tráfico de droga, 13 por posse de arma proibida, oito por furtos, três por violência doméstica, duas por permanência ilegal no país e duas por burla.

Na última semana, os militares da GNR apreenderam também 2.100 doses de heroína, 1.347 doses de haxixe, 194 doses de cocaína, 23 plantas de cannabis, 19 pastilhas de LSD, 19 armas de fogo, 13 armas brancas, 396 munições, 12 veículos e 1. 476 artigos contrafeitos, além de 1.396 quilos de pescado e 3.106 euros em numerário.

No âmbito da fiscalização de trânsito, a GNR detetou 9.379 infrações, 3.092 das quais por excesso de velocidade, 475 por falta ou incorreta utilização do cinto de segurança ou cadeirinhas para crianças, 466 por falta de inspeção periódica obrigatória e 414 por condução com taxa de álcool no sangue superior ao permitido por lei.

Aquela força de segurança registou ainda 386 infrações relacionadas com tacógrafos e 327 por uso do telemóvel durante a condução.