A GNR deteve 128 pessoas em flagrante delito, a maioria por condução com excesso de álcool, em várias operações realizadas entre quinta-feira e domingo em todo o país, anunciou hoje a Guarda Nacional Republicana.

Além da atividade operacional diária, a GNR realizou durante o período natalício várias operações que visaram a prevenção e combate à criminalidade violenta, fiscalização rodoviária, entre outras.

Na sequência destas operações, foram detidas 128 pessoas, 72 das quais por condução sob o efeito do álcool, 19 por condução sem habilitação legal, dez por tráfico de droga e dois por furto, adianta a GNR em comunicado.

Foram ainda apreendidas 554 doses de haxixe, 33 doses de heroína, cinco armas brancas, duas armas de fogo e 781 euros.

Nas ações de fiscalização rodoviária, os militares inspecionaram 11.643 condutores, tendo detetado 2.768 infrações, a grande maioria (2.359) por excesso de velocidade.

Entre as infrações detetadas, 231 foram por condução com taxa de álcool no sangue superior ao permitido por lei, 105 por falta de inspeção periódica obrigatória, 122 por falta ou incorreta utilização do cinto de segurança ou cadeirinha, 91 por uso indevido do telemóvel na condução e 46 por falta de seguro de responsabilidade civil obrigatório.