Parte da vida do líder da banda Nirvana, Kurt Cobain, vai ser retratada, a partir de sexta-feira, no Cineteatro Constantino Nery, em Matosinhos, no primeiro espetáculo da Seiva Trupe após a expulsão do Teatro do Campo Alegre, do Porto.

O espetáculo da Seiva Trupe, que termina na quinta-feira, é a primeira apresentação da companhia no Teatro Municipal de Matosinhos, após ter sido despejada do Teatro do Campo Alegre, a 17 de outubro, pelo anterior executivo camarário do Porto.

«A Câmara Municipal de Matosinhos foi solidária connosco. Logo no primeiro dia em que a nossa situação foi tornada pública, recebemos, de imediato, um comunicado da Câmara a dizer que o Teatro Municipal estaria à nossa disposição, evidentemente, sujeito à programação que já estava feita», explicou Júlio Cardoso.

«Fizemos de tudo para estreá-la no Teatro Campo Alegre. Ao fim de 40 anos de existência da Seiva Trupe, fomos obrigados a levar a peça para fora da cidade do Porto», acrescentou.

A peça intitulada «Aberdeen - Um Possível Kurt Cobain», decorre nos três dias em que o vocalista e guitarrista foi dado como desaparecido. Nesse período, traz-se a palco temas como a música, a família, o abuso de drogas e a solidão que resultam de conversas entre Kurt Cobain e «Boddah», o amigo imaginário desde infância.

«O espetáculo descreve a época da região de onde Kurt é natural [Aberdeen, EUA] mas projeta-se a nível mundial. Toca muitos assuntos existenciais que, muitas vezes, resultaram de problemas sociais daquela época e que se projetam nos dias de hoje e nos próximos tempos», descreveu um dos diretores da companhia teatral, Júlio Cardoso, à agência Lusa.

«Aberdeen - Um Possível Kurt Cobain» é uma peça de Sergio Roveri, com interpretação de Miguel Ramos e Luís Trigo, que estava prevista estar em cena no final do próximo ano.