As buscas para encontrar dois pescadores que desapareceram no rio Tejo no sábado passado, quando apanhavam amêijoa, continuam sem qualquer resultado, informou esta sexta-feira à agência Lusa fonte da Polícia Marítima.

Tanto a Polícia Marítima, como o Centro Coordenador de Busca e Salvamento Marítimos, referiram à Lusa que ao fim de sete dias de buscas, a área de intervenção das equipas é cada vez maior, abrangendo zonas do Tejo desde o município de Vila Franca de Xira (Alhandra) até Almada.

No sábado passado, por volta das 12:30 horas, foi dado o alerta do desaparecimento de três mariscadores no Rio Tejo, tendo o corpo de um deles sido encontrado já sem vida, a meio da tarde desse mesmo dia.

Segundo fonte da PSP, o corpo desse mariscador foi avistado na Ponta dos Corvos, concelho do Seixal, por um helicóptero da Força Aérea que esteve envolvido nas buscas.