O mau tempo que se verifica, esta terça-feira, nos Açores levou ao cancelamento da ligação aérea Lisboa/Faial/Lisboa, afetando 300 passageiros, enquanto a Proteção Civil registou um deslizamento de terras em Santa Bárbara, concelho de Ponta Delgada.

O porta-voz da companhia aérea SATA, António Portugal, disse à agência Lusa que devido às condições meteorológicas foi cancelada a ligação entre a capital e a ilha do Faial e um voo de retorno a Lisboa, afetando "150 passageiros em cada uma destas viagens, num total de 300", que estão em terra.

Entretanto, fonte do Serviço Regional de Proteção Civil e Bombeiros dos Açores adiantou à Lusa que o mau tempo provocou “um deslizamento de terras, em Santa Bárbara, concelho de Ponta Delgada, "sem consequências, uma situação que o Serviço Municipal de Proteção Civil já resolveu”, acrescentando o registo de “uma pequena inundação em Ponta Delgada, numa moradia, ocorrência "também já resolvida".

A Proteção Civil dos Açores emitiu esta manhã um comunicado a alertar para a continuação de mau tempo nos grupos central e oriental dos Açores.

Segundo o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), as ilhas do grupo oriental estão sob aviso laranja, referente a precipitação forte, até às 15:00 de hoje, e aviso amarelo por causa das previsões de trovoada até às 15:00 de hoje.

São Miguel e Santa Maria estão ainda sob aviso amarelo por causa do vento, relativo a rajada máxima, direção de Sul, rodando para sudoeste, até às 15:00 de hoje.

O aviso laranja, o segundo mais grave numa escala de quatro, refere-se a uma situação meteorológica de risco moderado a elevado, enquanto o aviso amarelo, que lhe sucede na escala, revela uma situação de risco para determinadas atividades.

Face a estas previsões a Proteção Civil recomenda a adoção de medidas de autoproteção para estas situações.