O conselho de administração do Hospital de Santo Espírito da Ilha Terceira demitiu-se em bloco e a Secretaria Regional da Saúde dos Açores deverá nomear em breve novos membros para o cargo, confirmou hoje fonte da tutela.

A demissão terá surgido na sequência de um processo de averiguação de denúncias feitas pelos enfermeiros do hospital sobre o funcionamento da unidade de cuidados intensivos, segundo a Antena 1/Açores.

A Inspeção Regional da Saúde terá detetado a violação de deveres da administração do hospital, quando analisou, por ordem da tutela, o inquérito interno à atuação da unidade de cuidados intensivos.

Contactado pela Lusa, o secretário regional da Saúde, Luís Cabral, não quis prestar declarações.

Fonte da tutela confirmou apenas que a administração colocou o lugar à disposição, mas não revelou os motivos.

Segundo a mesma fonte, o secretário regional da Saúde aceitou a demissão e vai nomear «em breve» um novo conselho de administração.

Também o gabinete de comunicação e imagem do Hospital de Santo Espírito da Ilha Terceira disse que a administração não presta declarações sobre esta matéria.

Em fevereiro, os enfermeiros da unidade de cuidados intensivos do hospital entregaram um abaixo-assinado à administração, denunciando «falta de rigor técnico-científico» e de «princípios éticos e deontológicos» e «redução do investimento terapêutico», entre outras irregularidades, mas só em outubro foi aberto um inquérito interno, depois de o caso ter sido denunciado na comunicação social local.

As denúncias estão também a ser investigadas pelo Ministério Público.