Um néctar de pêssego ou uma lata de refrigerante contêm açúcar equivalente a quase cinco pacotes, um leite achocolatado pode corresponder a mais de três pacotes e até uma gelatina equivale a mais de duas saquetas de açúcar.

Um estudo divulgado esta sexta-feira pela associação de defesa do consumidor Deco revela que uma embalagem de 330 mililitros de néctar de pêssego contém o equivalente a 4,8 pacotinhos de açúcar e quase o mesmo acontece a uma lata de refrigerante.

“Ainda assim, parte do açúcar contido no néctar de pêssego é natural, pois provém da fruta. Logo, esta bebida será melhor opção que o refrigerante, em que a maioria dos açucares é adicionada”, refere o estudo da Deco.


A associação de defesa do consumidor analisou 84 amostras de 28 alimentos pertencentes a 13 categorias, como marmelada, cereais de pequeno-almoço, néctares e refrigerantes, leites achocolatados, pão de forma, barras de cereais, fruta em calda e iogurtes.

De acordo coma análise, um terço de uma barra de cereais é açúcar e até um copo de gelatina de morango tem açúcar equivalente a duas saquetas.

A Deco recorda que um adulto necessita em média de 2.000 calorias por dia e não deve consumir mais de 50 gramas de açúcares, o que equivale a sete pacotes.

A associação aconselha os consumidores a estarem atentos à rotulagem dos alimentos e terem em conta que, quando adicionado, o açúcar figura na lista dos ingredientes, mas pode “surgir mascarado” com palavras como sacarose, glucose ou dextrose.

A Deco sugere que a lei da rotulagem devia ser melhorada, nomeadamente com a criação de um sistema de cores – tipo semáforo – para o consumidor perceber de forma rápida se um produto tem ou não teores elevados de alguns nutrientes.