Os trabalhadores das empresas que efetuam o serviço de limpeza nos hospitais Curry Cabral e Santa Maria, em Lisboa, vão realizar uma greve de 24 horas, anunciou o Sindicato dos Trabalhadores de Atividades Diversas (STAD).

Os trabalhadores da empresa Iberlim, que efetuam limpeza no hospital Curry Cabral, vão realizar na sexta-feira, dia 6 de outubro, uma greve de 24 horas, com uma concentração de "denúncia e protesto" junto à entrada principal.

Os serviços de Limpeza e Higiene do Hospital Curry Cabral estão concessionados à empresa de limpeza industrial Iberlim. Contudo, no dia 06 de outubro, as instalações do hospital não serão limpas, os trabalhadores e trabalhadoras de limpeza hospitalar estão cansados e saturados que a empresa ignore as suas reivindicações e viole permanentemente os seus direitos laborais", refere o sindicato em comunicado.

O STAD salienta que a decisão foi tomada em plenário e que os trabalhadores pretendem que a empresa reúna com o sindicato para resolver as "questões laborais existentes".

Já no hospital de Santa Maria, os trabalhadores da empresa de limpeza Safira vão realizar uma greve de 24 horas, no dia 9 de outubro, também com uma concentração de protesto, exigindo aumentos salariais, aumento do subsidio de refeição, o pagamento do passe e o cumprimento da legislação laboral.

Os serviços de limpeza e higiene do hospital de Santa Maria estão concessionados à empresa de limpeza industrial Safira. Contudo, no próximo dia 09 de outubro, as instalações do hospital não serão limpas. Os trabalhadores e trabalhadoras de limpeza hospitalar da Safira, cansados e saturados que a empresa viole permanentemente os seus direitos laborais farão nesse dia uma jornada de luta", salienta o STAD.