O homem que matou a mãe e a irmã e feriu gravemente o pai, na Madeira, ficou esta segunda-feira em prisão preventiva. 

O arguido está indiciado pela prática de três crimes de homicídio qualificado, dois na forma consumada e um na forma tentada

O caso ocorreu ao princípio da madrugada de domingo, numa residência do concelho de Santana, no norte da ilha.

TVI apurou que o suspeito, de 51 anos, terá aguardado que as vítimas adormecessem. Já depois da meia-noite, terá disparado mortalmente contra a mãe, de 74 anos, e a irmã, de 53, ferindo também gravemente o pai, de 78 anos.

O pai, baleado na cabeça, foi internado no Hospital Central do Funchal. 

Os crimes terão sido cometidos com uma caçadeira e estarão relacionados com partilhas de bens.

Os pais eram emigrantes em França e estavam de férias na Madeira, de onde eram naturais. A irmã, que era residente no Algarve, mas também estava de férias na ilha, deixa dois filhos.

O suspeito já foi emigrante em França, mas residia agora em Santana, em casa dos pais.