A PSP do Porto anunciou hoje a detenção de 75 pessoas suspeitas de praticarem diversos crimes, nove das quais por comercialização de espécies protegidas, e a apreensão de mais de 380 aves.

Em comunicado, a PSP refere que as detenções ocorreram «pela prática de diversos ilícitos criminais», no âmbito de operações que decorreram entre as 06:00 de sexta-feira e as 14:00 de domingo.

Na operação que a PSP realizou em conjunto com o Instituto de Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF), que decorreu na manhã de domingo, no campo Mártires da Pátria, no Porto, foram detidos nove indivíduos por comercialização de espécimes de espécies protegidas.

No âmbito desta ação de combate à comercialização e/ou posse de aves de espécies protegidas para comercialização, foram apreendidas 382 aves, das quais 232 pintassilgos, 21 Dom Fafe e sete lugres, entre outras espécies.

A PSP deteve ainda 40 pessoas por condução sob o efeito de álcool, cinco por mandado, quatro por condução sem carta, cinco por desobediência, cinco por furto, três por resistência, coação e agressão a agente da autoridade, três por permanência ilegal no país e um outro por tráfico de droga.