O Tribunal Judicial de Vimioso decretou, esta quinta-feira, como medida de coação a prisão preventiva de um homem de 46 anos suspeito de homicídio com recurso a uma arma de caça, disse à Lusa uma fonte judicial.

A vitima mortal encontrava-se no interior de um veículo na estrada que liga Santulhão a Izeda, no concelho de Vimioso, distrito de Bragança, tendo o alegado homicida sido detido pela GNR.

Fonte do Comando Distrital da GNR de Bragança disse à Lusa que a vítima foi encontrada baleada e já sem vida dentro de uma carrinha, que se encontrava parada junto à ponte de Santulhão.

De acordo com a PJ, os factos ocorreram no dia 25 de junho, cerca das 09:30, na freguesia de Santulhão, no concelho transmontano de Vimioso, quando o arguido, por motivo fútil, efetuou um disparo de arma de fogo em direção à vítima, o que lhe determinou a morte.

As autoridades disseram desconhecer os motivos do crime, não estando descartada da hipótese de um ajuste de contas.

O alegado homicida foi levado para o Estabelecimento Prisional de Bragança.

O caso está agora ser investigado pela Polícia Judiciária.