A PSP do Porto informou hoje que deteve um condutor de 40 anos por furto de viatura, falsificação e burla após uma perseguição policial, que terminou com a imobilização dessa mesma viatura na rua de Monsanto, no Porto.

O homem, residente em Paços de Ferreira e «referenciado» pela prática de vários ilícitos contra o património, foi detido pelas 10:05 de domingo depois de alegadamente ter abastecido de combustível um carro de mercadorias, furtado, sem proceder ao pagamento, abandonando o posto de abastecimento «a grande velocidade», sem as precauções de segurança ao entrar na via de circulação.

Em nota de imprensa, a PSP explica que agentes do efetivo da Esquadra de Intervenção e Fiscalização Policial tiveram de efetuar uma «manobra de recurso» que a viatura policial não fosse abalroada pelo condutor do carro furtado de mercadorias, aquando a saída do posto de abastecimento de combustível.

O homem só foi detido após uma perseguição policial a «grande velocidade», porque se colocou em fuga ao longo de diversas artérias da cidade do Porto, em «desobediência a regras e sinais de trânsito», designadamente «desrespeito pela sinalização semafórica» e «circulação em sentido proibido».

O carro de mercadorias já constava para apreensão por ter sido furtado, conforme queixa na GNR de Valongo.

A polícia descobriu ainda que o indivíduo tinha na sua posse documentos de um outro carro furtado e recuperado na passada sexta-feira, dia 13, pela PSP do Porto.