A Polícia Judiciária (PJ) anunciou esta sexta-feira a detenção, no concelho de Seia, de um homem de 54 anos, mediador de seguros, suspeito de ter tentado matar a ex-mulher, num cenário que aparentou de acidente.

O Departamento de Investigação Criminal da PJ da Guarda refere em comunicado hoje divulgado que deteve o presumível autor de uma tentativa de homicídio voluntário de que foi vítima uma mulher, de 52 anos, ocorrida na quarta-feira, no concelho de Seia, distrito da Guarda.

Segundo a PJ, o crime em investigação terá ocorrido "num contexto de conflito conjugal, ante e pós divórcio, não obstante a aparente tentativa de reconciliação recentemente evidenciada pelo ora detido, que lhe terá permitido reconquistar alguma confiança da parte da sua ex-companheira, atraindo-a, nesse contexto, para um passeio pedestre em local inóspito do Parque Natural da Serra da Estrela".

Uma vez naquele local, "e sob pretexto de um registo fotográfico, a vítima terá sido empurrada pelo ora detido por uma acidentada ravina de forte inclinação", indica a fonte.

"Não obstante os graves ferimentos e traumatismos sofridos, perante a sua sobrevivência, a vítima terá sido ainda agredida com uma pedra na zona da cabeça, conseguindo, ainda assim, lançar-se à água de uma ribeira existente no local, refugiando-se por essa via em local escondido", acrescenta o comunicado.


Após a participação do desaparecimento da vítima, a mesma acabou por ser localizada e resgatada por ação de uma patrulha da GNR e dos Bombeiros Voluntários de São Romão, em Seia, tendo sido transportada para o Hospital de Viseu, onde permanece internada, com prognóstico reservado, segundo a mesma fonte, que destaca a colaboração prestada pela GNR de Seia.

O detido vai ser presente às competentes autoridades judiciárias para efeitos de primeiro interrogatório e eventual submissão a adequadas medidas de coação.