É, aparentemente, mais um crime dos muitos crimes de violência doméstica que ocorrem em Portugal. Neste caso, foi fatal para uma mulher de 49 anos, presumivelmente assassinada pelo marido, que se terá suicidado de seguida.

A vítima é uma senhora, de 49 anos, e o alegado agressor, o seu marido, de 55 anos”, revelou fonte da GNR à Agência LUSA.

Tratar-se-á de “um presumível homicídio, seguido de suicídio”, segundo as autoridades. O homem, segundo a Guarda, terá matado a mulher a tiro com uma arma caçadeira, suicidando-se da mesma forma.

O caso aconteceu em Montes Velhos, na freguesia de S. João de Negrilhos, no concelho de Aljustrel, tendo os bombeiros recebido o alerta às 12:28, segundo o Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Beja. Para o local da ocorrência foram mobilizados cinco operacionais, apoiados por duas viaturas, dos bombeiros e da GNR.

Antecedentes de violência

A GNR foi alertada "por um vizinho, que telefonou para o 112” e voltou a casa do casal, onde estivera já no passado sábado. Nesse dia, tinha apreendido “duas armas de fogo a esse homem”.

Fonte da GNR confirmou que havia já um “historial de desavenças” entre o casal.

A investigação do caso vai, agora, ser entregue pela GNR à Diretoria do Sul da Polícia Judiciária (PJ), de Faro.