A Polícia Judiciária deteve duas pessoas por suspeitas de burla informática, falsidade informática e falsificação de documentos.

Em comunicado a PJ explica que, no decurso da investigação, foi apurado que os crimes terão sido praticados com recurso a cartões de crédito contrafeitos e dados de cartões de crédito obtidos fraudulentamente que eram usados no aluguer “on-line” de viaturas para que não fossem devolvidas às empresas locadoras.

Os suspeitos socorriam-se de “testas de ferro” recrutados para o efeito e que levantavam as viaturas com recurso a documentos falsos.

A Unidade Nacional de Combate ao Cibercrime e à Criminalidade Tecnológica (UNC3T) prossegue as investigações para apurar a natureza e a extensão das conexões criminosas.