O crime aconteceu na quarta-feira à noite. Um homem com 47 é suspeito de ter atingido com dois tiros uma mulher de 45 anos, na aldeia de Guiães, Vila Real. Disparou da rua para a janela onde ela se encontrava. O filho da vítima, com sete anos, viu tudo e alertou as autoridades. O suspeito vai ficar a aguardar julgamento em prisão preventiva.

Segundo o relato da Lusa, à porta do Tribunal de Vila Real concentraram-se dezenas de populares, alguns familiares da vítima, uma viúva de 45 anos. Durante a saída do suspeito do edifício, alguns ânimos ficaram mais exaltados e instalou-se a confusão, com algumas pessoas a pontapearem e a abanarem o carro da Polícia Judiciária (PJ) onde entrou o suspeito.

O alerta para a GNR foi dado através dos bombeiros, que foram acionados para o local, mas por se tratar de um crime da competência da PJ, o caso passou para a alçada da Judiciária de Vila Real.

Fonte da Unidade Local de Investigação da PJ de Vila Real disse à agência Lusa que se suspeita que «motivos passionais» tenham estado na origem dos disparos.