A Polícia Judiciária deteve um homem de 30 anos suspeito de roubo e sequestro de um outro indivíduo a quem terá roubado quatro mil euros, em agosto de 2017, no Barreiro, distrito de Setúbal, foi esta quarta-feira anunciado.

Segundo um comunicado da PJ de Setúbal, o arguido terá abordado a vítima numa zona do Barreiro frequentada por mariscadores, a pretexto de um negócio de amêijoa, mas, em vez de concretizar o negócio, obrigou a vítima a entrar numa viatura sob ameaça de arma de fogo e seguiu em direção a um local próximo do Porto Alto.

A PJ adianta que, durante o trajeto até à zona do Porto Alto, "a vítima foi violentamente agredida e espoliada de 4.000 euros, em numerário", tendo sido posteriormente abandonada.

Na operação policial que culminou com a detenção do suspeito e que contou com a colaboração da Diretoria de Lisboa e Vale do Tejo da PJ, do Comando Territorial de Lisboa e da Unidade de Intervenção da Guarda Nacional Republicana, foram efetuadas várias buscas, na terça-feira, em que foram apreendidas três armas de fogo, entre as quais uma `shotgun´.

De acordo com a PJ, o detido vai ser presente a primeiro interrogatório judicial, para aplicação de eventuais medidas de coação.