A Polícia Judiciária (PJ) anunciou esta quinta-feira a detenção de um homem de 47 anos, em Belmonte, «fortemente indiciado» do crime de abuso sexual de um jovem de 19 anos incapaz de resistência.

O Departamento de Investigação Criminal da PJ da Guarda adianta em comunicado que o crime terá sido «perpetrado repetidas vezes ao longo dos últimos cinco meses» e que os abusos «tiveram lugar no interior de um automóvel pertencente ao suporto abusador».

O comunicado adianta que a vítima e o suspeito eram vizinhos e que conviviam diariamente.

Contactada pela agência Lusa, fonte policial adiantou que o detido terá aproveitado essa convivência e o facto de o jovem ter «dificuldades cognitivas» para o «aliciar».

«Convidava-o a acompanhá-lo em passeios de carro, durante os quais os quais os abusos foram consumados», referiu a fonte.

Segundo a mesma fonte, o jovem terá acabado por contar a situação a um familiar, o que desencadeou o processo de denúncia e respetiva detenção do suspeito.

O detido, desempregado e sem antecedentes criminais, vai ser presente a primeiro interrogatório judicial no Tribunal para aplicação de medidas de coação.