Um bombeiro ficou hoje ferido ao combater um incêndio que deflagrou na zona industrial de Coruche, tendo sido transportado para a unidade de saúde da localidade devido a intoxicação por fumos e desgaste físico.

Em declarações à agência Lusa, o comandante José Carlos, do Centro Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Santarém, disse que o bombeiro, com cerca de 30 anos, foi dos primeiros a entrar na fábrica onde deflagrou o incêndio, tendo ficado «ligeiramente ferido, devido à inalação de fumos, ao desgaste físico e a uma crise de ansiedade».

O incêndio, que principiou às 12.01 em Monte da Barca, na zona industrial de Coruche, na zona de queimadores de uma fábrica de transformação de carnes, «destruiu parcialmente a unidade industrial e alguma maquinaria», e «não existem trabalhadores feridos a registar», devido a ser domingo e a fábrica não estar em laboração.

As causas do incêndio não foram apuradas pelos bombeiros.

O incêndio, que estava em «fase de conclusão» às 14:30, foi combatido por 41 bombeiros das corporações de Coruche, Benavente, Salvaterra de Magos e Samora Correia, que fizeram deslocar para o local 15 viaturas de combate a incêndios.

Ainda esta manhã, e segundo o CDOS de Santarém, um barracão com palha ardeu por completo em Riachos, concelho de Torres Novas, tendo-se propagado a um quarto e a uma cozinha de uma habitação contígua.

Não houve feridos a registar nesta ocorrência que principiou às 8:00 e que foi resolvida em «menos de uma hora» por 28 bombeiros e 7 viaturas das corporações de Torres Novas e Entroncamento.