O corpo do segundo jovem que desapareceu no dia 11 de junho na Praia da Costa Verde, em Espinho, foi encontrado esta terça-feira, de manhã, na Praia de Paramos, disse à Lusa fonte da Polícia Marítima do Douro. O corpo foi encontrado cerca das 07:30 e será removido durante a manhã.

Na segunda-feira, tinha sido encontrado também na Praia de Paramos o corpo do outro jovem. Os dois tinham desaparecido no passado dia 11 de junho no mar, na Praia da Costa Verde.

Os jovens, de 18 e 19 anos, estavam na praia, há uma semana, quando desapareceram a meio da tarde de domingo. Terão sido levados pela ondulação quando tentavam resgatar a bola com que jogavam na praia.

Eram residentes em Canedo, no concelho de Santa Maria da Feira.

Buscas chegaram a envolver 50 operacionais

As operações com vista à recuperação dos seus corpos chegaram a envolver diariamente cerca de 50 operacionais de diversas entidades, como as Capitanias do Douro e de Aveiro, a Marinha, a Força Aérea, a Estação de Salva Vidas do Douro, a Polícia Marítima, o Instituto de Socorros a Náufragos e várias corporações de bombeiros.

O gabinete de Psicologia da Polícia Marítima também prestou apoio a 15 familiares e amigos das vítimas, em parceria com os psicólogos das câmaras municipais de Espinho e Santa Maria da Feira.

Desde a passada quinta-feira, contudo, esse dispositivo foi sendo gradualmente reduzido, pelo que passou a envolver apenas os habituais meios terrestres que a Polícia Marítima afeta à época balnear, com o navio-patrulha da Marinha a percorrer a costa "em regime de oportunidade".

As corporações dos bombeiros de Espinho, Aguda e Esmoriz mantiveram-se, no entanto, ativas no terreno, sendo que os diversos nadadores-salvadores destacados para a vigilância das praias entre Leixões e Aveiro também receberam instruções da Capitania do Douro para se manterem "mais atentos" a indícios que ajudem a devolver os corpos das vítimas às respetivas famílias.