O Centro Hospitalar do Baixo Vouga aguarda autorização para contratar sete técnicos de diagnóstico e terapêutica e tem abertas 13 vagas para médicos, «a preencher a curto prazo», revela a administração, no «Infomail» de fevereiro.

Sob o título «CHBV contrata mais recursos humanos», aquele documento anuncia que em março vai contar com mais quatro médicos, com contrato individual de trabalho, e dá conta de que, entre 2014 e o início de 2015, foram contratados 69 enfermeiros, 53 assistentes operacionais e 10 médicos, igualmente com contratos individuais de trabalho.

Ainda segundo o «Infomail» da administração hospitalar, o Internato Médico do Centro Hospitalar do Baixo Vouga recebeu um novo grupo de 40 médicos internos, entre internos de especialidade e internos do ano comum.

A insuficiência de recursos humanos tem sido apontada como um dos graves problemas do Centro Hospitalar do Baixo Vouga, onde temporariamente alguns serviços têm sido condicionados devido a situações de baixa e de marcação de gozo de férias.

A situação, sentida com maior visibilidade no Hospital de Aveiro, chegou mesmo a ser comentada pelo bastonário da Ordem dos Médicos, que afirmou existir o risco de serem cometidos erros por os profissionais estarem a trabalhar «para além dos limites».

O Centro Hospitalar do Baixo Vouga compreende os polos de Aveiro, Águeda e Estarreja.