A Guarda Nacional Republicana (GNR) anunciou este domingo ter apreendido, no sábado, um total de 864 artigos contrafeitos no valor de 22 mil euros na feira semanal de Joane, em Vila Nova de Famalicão, no distrito de Braga.

Em comunicado, o Comando Territorial de Braga da GNR referiu que foram constituídos arguidos pelo crime de contrafação cinco homens e uma mulher.

Em declarações à Lusa, o oficial de Comunicação e Relações Públicas daquele comando territorial, Adriano Fortes, disse que se tratava de um conjunto de materiais diversos como roupa e acessórios (calções, camisas, blusões, sapatilhas, óculos e relógios) e CD, entre outros.

De acordo com a mesma autoridade, as apreensões deram-se no âmbito de uma operação de fiscalização à feira semanal daquela freguesia.

A operação foi levada a cabo por militares do Posto Territorial de Joane com apoio do Destacamento Territorial de Barcelos e do Destacamento de Intervenção de Braga.