Um comboio regional de passageiros descarrilou na tarde deste domingo, cerca das 14:10, na Linha da Beira Alta, em Contenças, Mangualde.

Há registo de três feridos ligeiros, disse à TVI24 o comandante dos Bombeiros de Mangualde, Carlos Carvalho, que assegurou que "a situação é perfeitamente estável". Entre os feridos está o maquinista e o revisor, que tem a perna partida, segundo apurou a TVI24.

No comboio, que fazia a ligação entre Mangualde e Guarda, viajavam 12 pessoas.

Ainda estão por apurar as causas deste acidente, que mobiliza bombeiros e INEM no local. Contactada pela agência Lusa, fonte do gabinete que investiga os acidentes ferroviários avança que o descarrilamento ocorreu possivelmente em resultado da queda de um obstáculo na linha férrea.

Segundo o diretor do Gabinete de Investigação de Segurança e de Acidentes Ferroviários (GISAF), Nelson Oliveira, o descarrilamento terá sido causado por uma barreira colocada junto à via, que caiu à linha férrea, em resultado do mau tempo que se faz hoje sentir.

Nelson Oliveira acrescentou que elementos deste organismo já estão a caminho do local para se inteirarem da situação e verificarem se há motivos para a abertura de uma investigação.