A partir desta quinta-feira, ecografias de obstetrícia, consultas de medicina materno-fetal e das 38 semanas voltam a estar disponíveis para todas as grávidas, recorrendo ao Hospital Particular do Algarve, assegura a Administração Regional de Saúde do Algarve.

As consultas vão ser garantidas a todas a grávidas que “obedeçam aos critérios de referenciação para o Centro Hospital do Algarve, através da aquisição de serviços com o Hospital Particular do Algarve”, lê-se num comunicado citado pela Lusa.

Todas as grávidas que necessitem daqueles serviços devem ser encaminhadas pelos respetivos médicos de família, especifica, ainda.

“Com esta medida, a Administração Regional de Saúde do Algarve pretende fazer face às limitações/dificuldades de acesso temporário das utentes a algumas valências do Serviço de Obstetrícia a unidade de Faro do Centro Hospital do Algarve"


Recorde-se que a maternidade do Hospital de Faro  suspendeu a assistência a grávidas durante os meses de agosto e setembro. 
  
O hospital alegou que a maternidade está a funcionar em "limite extremo" e que não tem condições para assegurar o normal funcionamento do serviço de obstetrícia. 

Segundo a direção clínica do Hospital de Faro, faltam quatro obstetras nos serviços o que impedem de assegurar todos os serviços de acompanhamento a grávidas.