Portugal receberá, até ao final do mês, mais 191 refugiados, que se somam aos mais de 230 já chegados ao abrigo do sistema de recolocação, disse hoje, em Bruxelas, a ministra portuguesa da Administração Interna, Constança Urbano de Sousa.

“Portugal já recebeu 230 refugiados, sobretudo eritreus chegados a Itália, esperamos um novo grupo (...) e, até final do mês, devem chegar mais 191 pessoas”, disse a ministra, que participou numa reunião com os seus homólogos da União Europeia.

De acordo com o ministério, a chegada de um grupo de refugiados, prevista para entre quinta-feira e hoje, foi adiada por questões administrativas para a próxima semana, devendo chegar 26 refugiados na terça-feira e 25 na quarta, todos provenientes de Itália.

Constança Urbano de Sousa referiu ainda, aos jornalistas, que a recolocação de pessoas a partir de Itália tem decorrido com regularidade e espera “mais processos de recolocação oriundos da Grécia”.

A triagem dos candidatos a asilo na Grécia deverá acelerar-se brevemente, com a entrada em vigor de “um novo sistema com a colaboração do Sistema Europeu de Asilo e do Alto Comissariado da ONU para os Refugiados, para acelerar todo o processo de pré-registo e registo de refugiados e envio de processos de recolocação para os Estados-membros”, que se disponibilizaram para receber “refugiados sírios, ou de outras nacionalidades elegíveis como iraquianos, que estão na Grécia”.