O Conselho Superior da Magistratura (CSM) deliberou esta terça-feira instaurar um processo disciplinar ao juiz de Santa Maria da Feira António Alberto Pinho, que alegadamente fugiu do local onde teve um acidente de viação, tendo sido intercetado pela GNR.

"Informo que o CSM, na sessão plenária de hoje, deliberou instaurar processo disciplinar contra o Senhor Juiz", revelou aquele órgão de gestão e disciplina dos juízes, em resposta enviada à agência Lusa.

O jornal Correio da Manhã noticiou no domingo que o juiz de instrução criminal de Santa Maria da Feira - António Alberto Pinho - provocou um acidente de viação, abandonou as duas vítimas no local e fugiu depois à GNR, tendo sido intercetado pelos militares só porque um pneu se desfez, já depois de ter conduzido de forma descontrolada durante oito quilómetros, entre Caldas de São Jorge e Lobão, em Santa Maria da Feira.

Após ser intercetado, o juiz, segundo o mesmo jornal, terá negado à GNR os factos imputados.