O secretário de Estado Carlos Moedas foi, esta terça-feira, interrompido por um protesto de meia dúzia de jovens, que pediam a demissão do Governo.

O secretário de Estado adjunto do primeiro-ministro dava início a uma conferência em Lisboa, sobre o Orçamento do Estado, quando foram ouvidos gritos com palavras de ordem.

Pouco depois do início do processo, os jovens arrumaram os cartazes e abandonaram a sala.